'Brasiguaios' são alvos de ativistas

Cenário: Roberto Lameirinhas

O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2012 | 03h02

A tensão agrária tem sido uma constante do cenário político do Paraguai nos últimos anos e, em vários episódios, tem envolvido "brasiguaios" - proprietários rurais de origem brasileira que migraram para o lado paraguaio da fronteira há três ou quatro décadas. Na última crise grave com o envolvimento dos brasiguaios, entre fevereiro e março, sem-terra paraguaios acamparam numa área do Departamento (província) do Alto Paraná onde se concentra propriedades de brasileiros.

Na última hora, um acordo com o governo paraguaio fez com que os "carperos", como são conhecidos os sem-terra no país, se retirassem pacificamente e cumprissem o mandado de reintegração de posse. No entanto, a hostilidade paraguaia em relação aos brasiguaios tem-se mostrado crescente nos anos recentes. Grupos de camponeses e sindicatos de trabalhadores utilizam com frequência alegações de caráter nacionalista e slogans "anti-imperialistas" para justificar suas ações contra proprietários brasileiros na fronteira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.