Brasil ajudará na libertação de reféns

O Brasil concordou em atuar como avalista na entrega de cinco reféns colombianos em poder da guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informou ontem o governo de Bogotá. O Brasil já ajudou na libertação de reféns, cedeu helicópteros e atuou como parte neutra nas negociações entre o governo e os guerrilheiros. As Farc anunciaram este mês a intenção de soltar três militares e dois políticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.