Brasil dará US$ 300 mil em ajuda humanitária para vítimas de guerra síria

Recursos serão repassados para a Acnur e o Unicef; valor caiu em relação a 2013

LISANDRA PARAGUASSU / ENVIADA ESPECIAL,

15 de janeiro de 2014 | 13h29

CIDADE DO KUWAIT - O governo brasileiro irá doar US$ 300 mil para a ajuda humanitária na Síria. O compromisso foi revelado agora há pouco na II Conferência de Doadores para Síria, no Kuwait, pelo encarregado de negócios da embaixada do Brasil no país, ministro João Tabajara. Desde 2012, o Brasil já doou US$ 610 mil para as vítimas do conflito

 

Os recursos serão repassados para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e para o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) para serem usados no atendimento a crianças deslocadas pela guerra civil, que já dura 3 anos, dentro da iniciativa Nenhuma Geração Perdida.

As doações para ajuda humanitária na Síria atingiram US$ 2,4 bilhões, quase US$ 1 bilhão a mais do que o compromisso assumido em 2013, mas ainda muito abaixo das necessidades estabelecidas pelas Nações Unidas, de US$ 6,5 bilhões. Somadas ao compromisso assumido PR organizações não governamentais, os recursos alcançaram cerca de US$ 2,8 bilhões.

O maior doador foi o Kuwait, anfitrião da conferência, que se comprometeu com US$ 500 milhões. Os Estados Unidos repassarão US$ 380 milhões.

 

* Atualizado às 16h25 para correção de informação

Tudo o que sabemos sobre:
KuwaitSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.