André Dusek|Estadão
André Dusek|Estadão

Brasil defenderá suspensão da Venezuela do Mercosul, diz Aloysio Nunes no Facebook

Chanceleres do bloco se reunirão no sábado em São Paulo para discutir a suspensão de Caracas

Lu Aiko Otta, Brasília, O Estado de S.Paulo

04 Agosto 2017 | 15h58

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, escreveu em sua página no Facebook que vai defender a suspensão da Venezuela do Mercosul. "O governo de um país democrático não pode conviver, de braços cruzados, com uma ditadura ao nosso lado", escreveu. "Essa é minha posição e a posição do governo do Brasil."

Os chanceleres do Mercosul se reunirão no sábado em São Paulo para discutir a suspensão da Venezuela do bloco, com base no Protocolo de Ushuaia, que fixa os compromissos dos países-membros com os princípios democráticos. A suspensão é a punição máxima prevista no regulamento.

"É intolerável que nós tenhamos no continente sul-americano uma ditadura", escreveu o ministro. "Houve uma ruptura da ordem democrática na Venezuela e, por consequência, o Brasil vai propor que ela seja suspensa do Mercosul até que a democracia volte."

A decisão de suspender a Venezuela precisa ser tomada por consenso. Nos bastidores da diplomacia, a medida é dada como praticamente certa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.