Brasil doa medicamentos a países com epidemia do Ebola

O governo brasileiro doou medicamentos para os países africanos da Guiné, Libéria e Serra Leoa, que enfrentam um agravamento da epidemia do vírus Ebola. Os chamados "kit calamidade" poderão atender 5 mil pessoas por três meses e são compostos por 30 remédios e 18 insumos básicos de saúde para tratamento em hospitais. Entre eles antibióticos, analgésicos, anti-inflamatórios e soros.

LISANDRA PARAGUASSU, Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 13h05

Os primeiros kits, quatro, foram doados em junho para a Guiné e estão sendo usados no hospital nacional de Donka. Outros dez kits estão sendo enviados este mês para a Libéria e para Serra Leoa, cinco para cada um dos países, em coordenação com as representações da Organização Mundial de Saúde (OMS) nesses países.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.