Brasil e outros países defendem data da eleição no Haiti

Ministros de Relações Exteriores de cinco países da Organização dos Estados Americanos (OEA), incluindo o Brasil, juntamente com a França, manifestaram forte apoio à decisão do Haiti de manter o primeiro turno das eleições presidenciais e legislativas no dia 7 de fevereiro. As seis nações também declaram o apoio à realização de um segundo turno, se necessário, em 19 de março."Estamos confiantes nessas datas, realistas e tecnicamente factíveis, e acreditamos que devem ser mantidas", diz a nota do grupo, composto por Argentina, Brasil, Canadá, Chile, EUA e França.As eleições haitianas vêm sendo adiadas repetidas vezes, por conta de problemas técnicos. Pelo pleno original, um novo presidente deveria tomar posse em 7 de fevereiro, vigésimo aniversário da derrubada do ex-ditador Jean-Claude Duvalier. A data agora serve ao primeiro turno do pleito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.