EFE/Joédson Alves
EFE/Joédson Alves

Brasil e Paraguai querem construir duas novas pontes na fronteira

Aloysio Nunes recebeu o chanceler paraguaio em Brasília e os dois discutiram a proposta de construção de duas novas ligações entre os países

Lu Aiko Otta / Brasília , O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2018 | 15h38

A construção de duas novas pontes ligando o Brasil e o Paraguai foi o principal tema de uma reunião nesta terça-feira, 11, entre o Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e o chanceler do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni. Essa foi a primeira viagem ao exterior do paraguaio, integrante da equipe do presidente Mario Abdo Benítez, que assumiu o governo no último dia 15.

Em declaração à imprensa, Castiglioni lembrou que a Ponte da Amizade já completou 53 anos. “Queremos que não passem mais cinco para que se construam duas”, afirmou. Ele se refere às ligações entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco, sobre o Rio Paraná, e entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta, sobre o Rio Paraguai.

Segundo Aloysio, os dois falaram também sobre as negociações comerciais em curso e a reforma da Unasul, para que a organização fique mais “voltada para questões objetivas e práticas, que digam respeito ao interesse dos povos”, e se afaste das questões ideológicas. Segundo o chanceler brasileiro, também foi discutida a situação da Venezuela. 

Outro tema discutido foi o combate a crimes transfronteiriços. Foi discutida a cooperação entre autoridades dos dois países. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.