Brasil e Rússia pedem transição rápida no Iraque

Brasil e Rússia pediram que ocorra ?a transferência de poder mais rápida possível? das forças de ocupação para o povo iraquiano. Os ministros de Relações Exteriores do dois países, Celso Amorim e Igor Ivanov, emitiram comunicado conjunto nesta sexta-feira. Ivanov está em visita ao Brasil e sábado parte para a Venezuela.?Os ministros confirmaram o papel central das Nações Unidas no assuntos internacionais... e repudiaram totalmente o uso unilateral da força em tais relações?, prossegue o comunicado.Os ministro crêem que a soberania deve voltar ao povo iraquiano em eleições livres, regidas por uma nova Constituição. Na declaração, a Rússia reafirma sua posição favorável a uma ampliação do Conselho de Segurança da ONU, com novos membros permanentes.Ivanov diz que ?o Brasil adotou uma posição equilibrada durante as recentes crises no Afeganistão, Iraque e Oriente Médio. Poderia nos ajudar a encontrar uma solução permanente para a crise no Oriente Médio?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.