Brasil não apoia sessão sobre as Farc na Unasul

DIPLOMACIA

, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2010 | 00h00

O assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, declarou ontem que o Brasil não apoiará a proposta das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) de debater o conflito colombiano na União de Nações Sul-Americanas (Unasul). O pedido havia sido feito por meio de uma carta aberta, assinada pelo comando-geral das Farc, cujo líder máximo é Alfonso Cano (foto). "Esse problema tem de ser resolvido no âmbito da Colômbia. A nossa opinião é que a Unasul só deve intervir depois, para ajudar, mas a pedido do governo colombiano", declarou Garcia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.