Brasil não permitiu que navio britânico atracasse no Rio

O governo britânico confirmou na noite de ontem que o Brasil não deu permissão para que um navio da Marinha Real da Grã-Bretanha atracasse no Rio de Janeiro, quando estava a caminho das ilhas Falkland (Malvinas), território britânico no Atlântico Sul que é reivindicado pela Argentina. Tabloides londrinos consideraram a atitude brasileira uma "provocação".

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2011 | 16h17

"Podemos confirmar que o barco tinha previsto uma parada de rotina no porto do Rio de janeiro no começo deste mês", informou um porta-voz da chancelaria britânica à agência Ansa. "Mas o Brasil não deu a autorização diplomática", disse o porta-voz. Ele afirmou que o governo britânico respeita a decisão brasileira.

O governo britânico afirmou que suas relações com o Brasil permanecem sólidas. Em dezembro, o Uruguai, país que também apoia a reivindicação da Argentina sobre as Malvinas, não permitiu que um navio de guerra britânico se reabastecesse em Montevidéu. As informações são da Agência Ansa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.