Divulgação/Palácio de Miraflores/Efe
Divulgação/Palácio de Miraflores/Efe

Brasil oferece enviar médicos para tratar Chávez

Segundo fonte próxima à presidente Dilma Roussef, profissionais seriam de hospitais privados de São Paulo

REGINA CARDEAL, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 17h43

BRASÍLIA - O governo do Brasil ofereceu enviar alguns médicos de hospitais privados para a Venezuela a fim de ajudar no tratamento do presidente Hugo Chávez, disse à Dow Jones uma pessoa próxima à presidente Dilma Rousseff.

 

Veja também:

blog Governo Dilma oferece a Chávez possibilidade de se tratar no País

linkDurante revista de tropas, Chávez diz que precisa reduzir ritmo

 

"Houve uma oferta para que alguns médicos viajassem a Caracas para ajudar a equipe médica que está cuidando do presidente", disse a fonte, que pediu para não ser identificada. "Os médicos seriam de hospitais privados de São Paulo", acrescentou.

 

Na semana passada, Chávez revelou que tem câncer, após ter sido submetido a uma cirurgia em Cuba, onde permaneceu por quase um mês. O presidente venezuelano não deu detalhes do diagnóstico.

 

A fonte ligada à presidente Dilma disse que Chávez não viajaria ao Brasil. Alguns meios de informação sugeriram recentemente que Chávez poderia buscar tratamento no Brasil.

 

De acordo com a Agência Brasil, o governo teria oferecido ao presidente venezuelano a possibilidade de se tratar no País.

 

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, se submete a tratamento de câncer no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

 

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezcâncermédicosBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.