REUTERS/Goran Tomasevic
REUTERS/Goran Tomasevic

Brasil parabeniza presidente eleito no México

Governo brasileiro disse ter expectativas de trabalhar com as novas autoridades do país 'em prol do fortalecimento e da ampliação das relações bilaterais'; outros líderes mundiais enviaram mensagens a López Obrador

O Estado de S.Paulo

02 Julho 2018 | 12h10

BRASÍLIA - O governo brasileiro parabenizou nesta segunda-feira, 2, o presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador. Em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo desejou êxito ao mandato do esquerdista e disse ter expectativas de "trabalhar com as novas autoridades mexicanas em prol do fortalecimento e da ampliação das relações bilaterais" e da cooperação Brasil-México nos planos regional e internacional.

+ Cinco pontos para entender a vitória de López Obrador no México

Outros líderes mundiais também enviaram mensagens parabenizando o novo presidente mexicano. O americano Donald Trump afirmou estar ansioso para trabalhar com López Obrador, assinalando que "há muito (trabalho) a fazer que beneficiará EUA e México". 

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, reiterou os interesses em comum entre Canadá e México. "Temos uma relação comercial mutuamente benéfica que o resto do mundo inveja. Nossos esforços comuns para atualizar para o século 21 o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio são prova disso."

+ Entenda quais desafios López Obrador terá pela frente como novo presidente do México

Pelo Twitter, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, também se manifestou. "Que se abram as avenidas de soberania e amizade de nossos povos", disse Maduro. Outro líder latino-americano, o presidente boliviano, Evo Morales, disse estar seguro de que o governo de López Obrador "escreverá uma nova página na história de dignidade e soberania latino-americana". 

O presidente do Equador, Lenín Moreno, afirmou que os dois países seguirão "estreitando laços e juntando esperanças". O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, também felicitou o novo presidente mexicano e o incentivou a manter as "excelentes relações" que existem entre os dois países.

+ Obrador conseguirá a revolução que prometeu no México?

O presidente salvadorenho, Salvador Sánchez Cerén, ressaltou que o governo de El Salvador vai continuar "fortalecendo os profundos laços de amizade em função do bem-estar" dos povos dos dois países. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.