Leah Millis/Reuters
Leah Millis/Reuters

Trump volta a citar Brasil e diz que País passa por um momento muito difícil

Trump citou o País quando falava da expectativa de retomada econômica e também da demanda para as companhias aéreas

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2020 | 20h05

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a citar o Brasil nesta quarta-feira, 29, ao falar sobre a disseminação do coronavírus pelo mundo. O Brasil passa "por um momento difícil" na luta contra a doença, comentou brevemente o líder americano, durante reunião com líderes empresariais na Casa Branca.

Trump citou o País quando falava da expectativa de retomada econômica e também da demanda para as companhias aéreas. O presidente americano sugeriu nesta semana que poderia adotar restrições a viagens com o Brasil, a depender do quadro da pandemia.

Na terça-feira, Trump falou que o Brasil "não tinha problema até pouco tempo", mas que situação agora está mudando. "Estamos absolutamente olhando a uma restrição", disse Trump, sobre a limitação da entrada de voos brasileiros. 

Ele disse que tem observado o crescimento dos casos de coronavírus no Brasil e considerava a possibilidade de impor restrição de voos vindos do País. O americano tem evitado comentar a posição do presidente Jair Bolsonaro, que tem minimizado a gravidade da disseminação do coronavírus, apesar de já ter sido questionado duas vezes sobre o tema na última semana.

Até agora, os EUA não restringiram a chegada de brasileiros, mas recomendaram que viagens não essenciais ao País sejam evitadas e os que voltarem do Brasil para os EUA fiquem em casa por 14 dias./Com ESTADÃO CONTEÚDO 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.