Reuters
Reuters

Brasil transfere embaixada da Síria para o Líbano

Sede não será totalmente fechada para que possam ser prestados serviços à comunidade brasileira

Lisandra Paraguassu, de O Estado de S. Paulo, Brasília,

20 de julho de 2012 | 10h49

BRASÍLIA - O governo brasileiro decidiu fechar o serviço diplomático da embaixada em Damasco, na Síria, e transferir as operações para Beirute, no Líbano, por conta da situação de insegurança no país.

Veja também:

linkBrasil está pronto para transferir sua missão para Beirute

linkGoverno tem plano para retirada de brasileiros de embaixada na Síria

forumCURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

De acordo com nota divulgada há pouco pelo Itamaraty, a embaixada não será totalmente fechada para que possam ser prestados serviços à comunidade brasileira na Síria.

Um funcionário sírio, Salim Joseph Sayegh, tomará conta dos serviços consulares. Os demais funcionários da embaixada já chegaram esta manhã em Beirute.

Até a noite de ontem o Itamaraty negava que a transferência estivesse em andamento, apesar de haver um plano para isso. A informação era de que estava sendo analisada a possibilidade de envio ou não de militares para reforçar a segurança da embaixada e se esperava os acontecimentos da madrugada e manhã desta sexta-feira, considerada crítica, para então decidir pela transferência. 

 

Mais conteúdo sobre:
Primavera ÁrabeSíriaLíbano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.