Brasil vê 'novo período' em Teerã

O governo brasileiro decidiu prestigiar a posse de Hassan Rohani com a ida do chanceler Antonio Patriota ao Irã. É a primeira vez que uma autoridade do primeiro escalão visita Teerã desde o polêmico acordo nuclear de 2010, firmado por iranianos, turcos e brasileiros. "Estamos diante de um novo período e não apenas de um novo presidente", justifica uma fonte do governo brasileiro. "A ideia é mostrar a temperatura da relação bilateral. Certamente há mais esperança agora do que com Ahmadinejad." / R.S.

O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.