Brasileiro condenado pega mais 25 anos de cadeia nos EUA

O brasileiro Saul dos Reis, 26 anos, que cumpre sentença estadual de 30 anos por agressão sexual e homicídio de Christina Long, 13 anos, que conheceu em uma sala de bate-papo pela internet, foi sentenciado nesta quarta-feira a mais 25 anos de detenção, desta vez pela justiça federal. O aumento da pena de Saul foi motivado por duas viagens interestaduais que teria feito com o propósito de manter relações sexuais ilegais com a vítima.O juiz Stefan Underhill ordenou que o detido cumpra 15 anos de sua nova pena simultaneamente à anterior, e 10 de forma consecutiva. O advogado de defesa James Leniham vai apelar da decisão.Saul estrangulou Christina em maio de 2002, durante relações sexuais dentro de seu carro, em Danbury. Disse que a morte foi acidental. O réu afirmou está arrependido. Gostaria de reabilitar-se e pediu para participar de aulas de religião na cadeia. "Cada dia que vivo no cárcere recordo-me mais das minhas más decisões", reconheceu.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2003 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.