Brasileiro é encontrado morto na Flórida

A violência aumentou no Estado da Flórida, nos Estados Unidos. No mesmo dia em que as imagens captadas por uma câmera de segurança de Fort Lauderdale mostram uma surra aplicada em um sem-teto, num dos três incidentes ocorridos nesta sexta - um deles fatal -, os detetives da Polícia da cidade de Tampa Bay identificaram como de um brasileiro o corpo em decomposição encontrado na última terça-feira, atrás de um armazém, no Gandy Boulevard. A informação foi noticiada pela versão eletrônica do jornal BayNews9.Os investigadores da Polícia de Tampa disseram que o corpo encontrado é de Gilberto Araújo, de 35 anos, um imigrante ilegal que vivia num apartamento na Avenida North MacDill. Os policiais informaram que o caso aparenta ser homicídio, apesar de as causas da morte ainda não terem sido confirmadas."É um caso difícil porque parece que o corpo foi arrastado pelas águas e que está dentro da água há muitos dias. Mas os detetives que estão no caso são muito experientes e estão juntando as peças do que aconteceu. Então, esperamos ser possível solucionar a história", afirmou a assessora de imprensa da Polícia de Tampa, Laura McElroy.A Polícia de Fort Lauderdale, no norte de Miami, procura os jovens que mataram Norris Gaynor, de 45 anos, e atacaram outros aparentemente escolhidos ao acaso e com o único propósito de "se divertir".Norris Gaynor morreu no Centro Clínico Geral de Broward. As outras duas vítimas, cujas identidades não foram reveladas, permanecem internadas com ferimentos graves.Uma câmera de vigilância captou o momento no qual aconteceu um dos ataques na noite de quinta-feira. Segundo a polícia, assim que forem capturados, os jovens responsáveis pelas agressões serão acusados de assassinato.Na gravação se observa dois jovens agredindo de maneira selvagem, com tacos de beisebol, um indigente que dormia em um banco perto das instalações da Universidade Atlântica da Flórida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.