Brasileiro estava no WTC no instante da colisão

O advogado, ex-jogador e ex-vice-presidente de futebol do Internacional, Larri Pinto de Faria, escapou ileso do atentado no World Trade Center. O gaúcho estava no 25º andar da primeira torre a ser atingida, no momento da explosão. "Ele trabalhava numa corretora de valores. Até janeiro o escritório ficava no 48º andar, mas agora estava no 25º andar. Eles estavam trabalhando quando ouviram um barulho muito forte e foram ver o que havia acontecido", descreveu o pai do advogado gaúcho, o também ex-jogador de futebol Larri Pinto de Faria, centroavante na década de 50. Segundo ele, o filho passa bem, apesar de ter respirado muita fumaça. O advogado só conseguiu contatar com a família depois das 12h30, horário de Brasília, quase três horas depois do início da onda terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.