Brasileiro falou em corrupção

Já em 2009, o então comandante das tropas de paz da ONU no Haiti, o general brasileiro Carlos dos Santos Cruz, denunciou em entrevista ao Estado em Genebra a corrupção e defendeu a adoção de um mecanismo de controle para evitar o desvio dos recursos internacionais. Na avaliação do militar brasileiro, a corrupção tinha sido um obstáculo sério. Por ano, o Haiti recebia cerca de US$ 1 bilhão em doações internacionais antes mesmo do terremoto. Em 2013, o Banco Mundial indicou que a renda per capita do Haiti era de pouco mais de US$ 800, apenas 4% da média mundial. / J.C.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.