Brasileiro foge da Justiça dos EUA

Um brasileiro de 32 anos, acusado de ameaçar a ex-mulher, conseguiu se livrar das algemas nas mãos e dos grilhões nos pés e fugir dos funcionários que o vigiavam num tribunal de Gloucester, no Estado de Massachussets. Segundo informaram hoje fontes judiciais, na última terça-feira Gilmar Santos estava numa sala de espera do tribunal quando o funcionário que o vigiava deixou-o algemado num banco e saiu por alguns minutos."Quando ele voltou, o prisioneiro já não estava mais lá", disseram as fontes, segundo as quais "dada a velocidade com a qual ele se libertou das algemas, existe uma forte possibilidade de que tivesse as chaves". Santos deveria se apresentar numa audiência para responder às acusações que pesam contra ele. O brasileiro foi detido em agosto passado, depois que a ex-mulher o denunciou por entrar à força na casa dela, por tê-la ameaçado de morte e tentar tirar-lhe os filhos.O homem - que enfrenta várias acusações, entre elas a de assalto e a de desrespeitar uma ordem que o proibia de se aproximar da casa da ex-mulher - já havia sido deportado uma vez, mas conseguiu entrar novamente nos EUA, completaram as fontes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.