Brasileiro morto em Bali é enterrado em São Leopoldo

O corpo do terceiro-sargento Marco Antônio Farias, morto num dos atentados de 12 de outubro em Bali, na Indonésia, foi enterrado nesta segunda-feira no Memorial Ecumênico de São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre. A cerimônia de despedida teve como honras militares uma salva de 27 tiros de festim e um toque de silêncio. A identificação dos restos mortais de Farias, que tinha 24 anos, só ocorreu 40 dias após o atentado por meio de uma exame de DNA. O terceiro-sargento era gaúcho e estava lotado no 19º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz) de São Leopoldo, de onde partiu, como voluntário, para a missão de paz da ONU no Timor Leste. No início de outubro ele aproveitou uma folga no serviço militar para conhecer a ilha da Bali. Na noite do dia 12, ele foi visto por colegas próximo a uma das danceterias da praia de Kuta, onde ocorreram as explosões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.