Brasileiros desaparecidos não estão na lista parcial de mortos

A Embaixada do Brasil em Jacarta, naIndonésia, informou nesta quinta-feira o Itamaraty que as autoridadeslocais confirmaram a identidade de 12 vítimas dos atentadosterroristas ocorridos no último sábado na ilha de Bali.Entretanto, a lista não inclui os dois brasileirosdesaparecidos, que se encontravam no local das explosões, osargento Marco Antonio Faria e o civil Alexandre Watake. A embaixada brasileira continua aguardando uma informaçãooficial sobre o paradeiro dos dois e o resultado dostrabalhos do funcionário enviado especialmente a Bali, masacredita que há poucas chances de serem encontrados com vida.Conforme informou a assessoria do Itamaraty, a embaixada estáoferecendo apoio a familiares de Watake que chegaram a Bali paraacompanhar as buscas. Hoje, o embaixador do Brasil em Jacarta, Carlos EduardoSette-Câmara, encaminhou um relato sobre as dificuldades dasautoridades locais em identificar as vítimas reais dosatentados. A equipe de legistas australianos trabalha emcondições precárias, mas receberá a ajuda de colegas e depoliciais provenientes da Alemanha, do Japão e da Inglaterra,que desembarcaram ontem na ilha. As autoridades de Bali ainda distribuíram nos 16 mil locais dehospedagem da ilha - de hotéis a pensões -, as listas com osnomes de desaparecidos, na esperança de encontrar algumdesavisado. Ao mesmo tempo, algumas vítimas continuamhospitalizadas, em estado de coma e sem possibilidade deidentificação. De acordo com o relato, assim como a família de Watake decidiuacompanhar de perto o trabalho de identificação das vítimas etentar uma busca paralela, parentes de desaparecidos estãochegando todos os dias à ilha. Por conta disso, os legistasdecidiram fazer declarações públicas diariamente, em reuniõescom as pessoas interessadas e com a imprensa.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2002 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.