Brasileiros estão em segurança, diz embaixada

Os brasileiros estão em segurança na Argélia, informou ontem a Embaixada do Brasil em Argel, acrescentando que não registrou pedidos de socorro ou de retirada do país do Norte da África após o assalto de radicais islâmicos à indústria de In Amenas.

O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2013 | 02h02

Segundo o ministro conselheiro Sérgio Pena, dos cerca de 50 brasileiros recenseados na Argélia nenhum estaria entre os reféns dos jihadistas no sudeste do país, a 1.500 quilômetros da capital, Argel. "Até onde sabemos, não houve nenhum brasileiro detido", garantiu Pena ao 'Estado'.

De acordo com o ministro, a Argélia continua sendo um país "bastante seguro". No entanto, a embaixada brasileira segue recomendando aos turistas que não viajem ao sul, para as regiões desérticas, em razão do risco de sequestros, já cometidos contra ocidentais em várias ocasiões. / A.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.