Briga entre presos deixa 19 mortos no México

Uma briga entre detentos numa penitenciária do norte do México deixou 19 mortos e mais de 20 feridos na sexta-feira, segundo autoridades do estado de Durango. Aparentemente, a briga envolveu presos condenados por tráfico de drogas ou crime organizado.

AE-AP, Agencia Estado

15 de agosto de 2009 | 14h33

A porta-voz do Departamento de Segurança Pública do estado de Durango, Barbara Ramirez, disse que nenhum guarda foi morto ou ferido durante o confronto no presídio da cidade de Gomez Palacio, cerca de 220 quilômetros ao sul da fronteira com o Texas.

O secretário de Segurança Pública do estado, Jorge Torres Castillo, disse em uma entrevista à rede de TV Televisa que a briga foi "uma disputa por controle" entre os detentos.

"Temos um número significativo de criminosos ligados ao crime organizado", disse. "A penitenciária de Gomez Palacio continua sendo uma bomba-relógio."

A violência relacionada às drogas já deixou mais de 11 mil mortos no México desde o final de 2006, quando o presidente Felipe Calderón assumiu e lançou uma grande ofensiva contra os cartéis, lotando presídios com milhares de suspeitos de envolvimento com o tráfico.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicobrigapresídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.