AP Photo/Damian Dovarganes
AP Photo/Damian Dovarganes

Briga por causa de namorada pode ter motivado crime em Los Angeles, diz prima de suspeito

Homem atirou na avó e na namorada, fugiu do local, foi perseguido pela polícia e fez reféns em supermercado; uma mulher morreu durante confronto com a polícia

O Estado de S.Paulo

23 Julho 2018 | 04h14

LOS ANGELES, ESTADOS UNIDOS - A presença constante da namorada na casa da família Atkins pode ter motivado a discussão familiar entre Gene Evin Atkins e sua avó que culminou no ataque de sábado, 21, contra a idosa e a namorada do rapaz. Após atirar contra as mulheres, o suspeito enfrentou uma perseguição policial e manteve reféns em um supermercado em Los Angeles. Uma funcionária morreu durante a troca de tiros entre o homem e os policiais.

Em depoimento, Charlene Egland, prima de Atkins, de 28 anos, afirmou que a avó dele não aceitava a presença constante da namorada na casa da família e que isso foi motivo de brigas intensas nas últimas semanas. Neste sábado, 21, o homem efetuou sete disparos contra a avó, feriu a namorada e fugiu de casa no veículo da família.

O rapaz foi perseguido pela polícia e trocou tiros com os agentes até bater em um poste. Atkins correu em direção a um supermercado e fez clientes e funcionários de reféns. Durante confronto, uma mulher de 27 anos, Melyda Corado, foi morta por uma bala perdida. Algumas vítimas conseguiram fugir do local pelas janelas com o auxílio dos Bombeiros. Após três horas, Atkins se algemou e se entregou à polícia. //ASSOCIATED PRESS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.