Brincadeira de italiano desencadeia alerta antiterrorismo

Um turista italiano a bordo de um vôo entre Sydney e Viena provocou um alerta de segurança ao enviar uma mensagem de texto à esposa dizendo que seu avião fora seqüestrado por "terroristas", informaram o governo da Austrália e jornais do país oceânico neste domingo. Antonio Casale, de 35 anos, enviou a mensagem por telefone celular à esposa quando fez escala em Kuala Lumpur no domingo da semana passada. Ele estava a bordo de um avião da Lauda Austrian Airlines, publicou hoje o Sunday Telegraph, de Sydney. Casale dizia que terroristas estavam no comando do avião e levavam os passageiros para um destino desconhecido. Sua esposa entrou em contato com a polícia italiana, que imediatamente mobilizou as autoridades australianas. John Anderson, ministro dos Transportes da Austrália, confirmou a versão da reportagem e disse que as autoridades rapidamente descobriram que tudo não passava de um trote.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.