Britânica sequestrada é morta em tentativa de resgate no Afeganistão

Funcionária de ONG foi levada no dia 26; operação americana de resgate contou com aprovação da Grã-Bretanha.

BBC Brasil, BBC

09 de outubro de 2010 | 13h12

Norgrove trabalhava há vários anos no Afeganistão para ONG americana

Uma mulher britânica sequestrada havia duas semanas no Afeganistão foi morta na noite de sexta-feira durante uma tentativa de resgate promovida por tropas americanas.

Linda Norgrove, de 36 anos, trabalhava há vários anos no Afeganistão para a organização não governamental americana DAI.

Desde o seu sequestro, no dia 26 de setembro, agências de inteligência britânicas, afegãs e americanas vinham trabalhando intensamente para tentar localizá-la na área montanhosa remota e difícil da Província de Kunar, no leste do país.

Norgrove teria sido levada de cidade a cidade por seus sequestradores, para despistar sobre seu paradeiro.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e o ministro das Relações Exteriores do país, William Hague, teriam dado sua aprovação para a operação frustrada de resgate.

A ação envolveu forças americanas com o apoio de militares britânicos.

Os detalhes sobre a operação e a razão da morte de Norgrove ainda não foram divulgados.

Em um pronunciamento após a confirmação da morte, o ministro William Hague afirmou que "a responsabilidade por esse desfecho trágico está unicamente com os sequestradores".

"Considerando quem a mantinha sequestrada e os perigos que ela enfrentava, julgamos que a melhor chance de Linda estava em uma tentativa de resgatá-la", afirmou.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.