Britânico algema-se a ministra para exigir ver o filho

Um ativista dos direitos de pais divorciados e separados foi detido depois de algemar-se a uma ministra britânica para exigir o direito de ver seu filho. De acordo com autoridades locais, a ministra da Infância da Grã-Bretanha, Margaret Hodge, pronunciava um discurso em Manchester quando foi abordada pelo homem, um membro do grupo Pais Por Justiça, que se tornou famoso nos últimos anos por seus protestos extravagantes.A polícia informou que o homem então algemou-se com Hodge, mantendo-a nessa situação por mais de 30 minutos. Depois disso, policiais conseguiram soltá-la e detiveram o manifestante. A Secretaria de Educação informou que Hodge foi libertada ilesa e conseguiu terminar seu discurso.O Pais Por Justiça informou que seu militante "deteve uma cidadã" para chamar a atenção para o que o grupo qualifica como os direitos inadequados garantidos aos pais separados ou divorciados. O grupo informou que dois de seus membros participaram do incidente: Jonathan "Jolly" Stanesby, de 38 anos, e Jason Hatch, de 32. Hatch ficou famoso há alguns meses, quando escalou o muro do Palácio de Buckingham fantasiado de Batman para chamar atenção para a causa do Pais Por Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.