Britânicos discutem com Haniyeh liberação de jornalista

Um diplomata britânico e funcionários da BBC se encontraram nesta quinta-feira, 5, com o primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, para acelerar as negociações na busca da libertação do jornalista da BBC Alan Johnston, seqüestrado em 12 de março.O diplomata Richard Makepeace e representantes da BBC foram ao escritório de Haniyeh e esperam se encontrar ainda com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas."Eu espero que nós tenhamos progresso com esta reunião e que esta questão seja resolvida o quanto antes", disse o premier britânico, após o encontro.A reunião com Haniyeh foi a primeira entre britânicos e palestinos depois da formação do novo governo de Abbas.Antes, Abbas e Haniyeh acertaram "os detalhes finais" para tentar libertar o jornalista britânico."Vim para isto, para libertar o jornalista", assegurou o presidente da ANP, que insinuou que poderia recorrer à força para colocar o jornalista em liberdade.Abbas disse a jornalistas que falou com a ministra de Relações Exteriores britânica, Margaret Beckett, sobre Johnston, seqüestrado por pessoas não identificadas que não deram sinais de vida do jornalista e não fizeram exigências para colocá-lo em liberdade.A Associação Palestina de Jornalistas fez esta semana uma paralisação de três dias em protesto contra a inação das forças de segurança para libertar Johnston. Os filiados se negaram a cobrir informações dos organismos oficiais durante a greve.As forças de segurança da ANP contam com mais de 25 mil efetivos em Gaza, mas até agora não conseguiram encontrar o cativeiro de Johnston.Notícias divulgadas em Gaza indicaram que se exigia um resgate por Johnston, mas a informação não foi confirmada pelos seqüestradores, que, segundo algumas fontes palestinas, já foram identificados pelos organismos de segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.