Britânicos fazem protesto contra alta de mensalidade

Milhares de estudantes do Reino Unido realizam hoje em Londres mais um protesto contra os planos do governo de triplicar as taxas de universidades. Alguns deles demonstraram seu descontentamento enforcando uma imagem do vice-primeiro-ministro, Nick Clegg. Os estudantes realizam uma marcha em Londres e planejam protestos em universidades por todo o Reino Unido, contra os planos do primeiro-ministro David Cameron de aumentar as taxas para os estudantes, como parte de um plano para cortar gastos públicos.

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2010 | 15h39

Um protesto contra a polícia há duas semanas se tornou violento, quando manifestantes invadiram a sede do Partido Conservador, de Cameron. Hoje, jovens esmurraram uma van da polícia durante o protesto. Um dos manifestantes, Edward Woollard, compareceu hoje a um tribunal e admitiu ser culpado pela desordem em 10 de novembro. Woollard foi um dos 66 presos durante os últimos protestos, que começaram pacificamente, mas terminaram com dezenas de pessoas forçando a entrada do prédio, destruindo janelas e danificando móveis.

Hoje, a intenção da marcha era chegar até a sede do Partido Liberal Democrata, de Clegg, que integra a coalizão com os conservadores. Clegg havia prometido em sua campanha eleitoral, em maio, ser contra qualquer aumento nas taxas pagas pelos estudantes. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoReino Unidoaltamensalidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.