Britânicos negam estar militarizando Malvinas

A Grã-Bretanha negou ontem estar militarizando as Malvinas. A Argentina havia apontado "uma novo ato de agressão colonial" nos exercícios militares programados para amanhã na região. O ministério das Relações Exteriores britânico, William Hague, assegurou que o exercício é "rotineiro" e as forças alocadas nas Malvinas foram diminuídas ao mínimo necessário para proteger as ilhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.