Ben Fathers/AFP
Ben Fathers/AFP

Britânicos residentes na Espanha são barrados em volta à Europa

Grupo de expatriados foi impedido de embarcar em voo da British Airways que fazia a rota entre Londres e Madri

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2021 | 16h21

LONDRES - Expatriados britânicos que moram na Espanha reclamaram neste domingo, 3, que foram impedidos de embarcar num voo da British Airways que fazia a rota entre Londres e Madri, porque os seus certificados de residência se tornaram inválidos após o Brexit.

O fotógrafo Max Duncan, um dos passageiros que não pôde embarcar no sábado no Aeroporto Heathrow de Londres, tuitou que vários expatriados britânicos estavam "desesperados por não poderem voltar para casa", já que a companhia aérea indicou que seus documentos, conhecidos como "cartões verdes", não eram "válidos após o Brexit".

Em um vídeo postado na rede social, Duncan mostra cidadãos britânicos expressando sua incompreensão e decepção por não poderem embarcar.

Em resposta ao seu tuíte, o embaixador do Reino Unido na Espanha afirmou que "isso não deveria acontecer". A embaixada acrescentou que as autoridades espanholas confirmaram na noite de sábado que os cartões verdes "serão válidos para viagens de retorno à Espanha, conforme indicado em nossas recomendações aos viajantes."

“Em relação às complicações detectadas no aeroporto de Heathrow ontem (sábado), é preciso esclarecer que foi devido a um problema específico de comunicação com algumas companhias aéreas, que afetou um número muito pequeno de viajantes e foi corrigido ontem mesmo", declarou à Agência France-Presse uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores espanhol.

A porta-voz informou que, neste domingo, “o tráfego aéreo entre o Reino Unido e a Espanha flui normalmente para todos os cidadãos espanhóis e andorranos, e para todos os cidadãos britânicos que residam na Espanha ou em Andorra”.

Cerca de 370 mil britânicos residem na Espanha, mais do que em qualquer outro país europeu. A maioria são aposentados que vivem no litoral sul, atraídos pelo bom tempo e pelo baixo custo de vida do país.

Britânicos podem manter direito de residência na Espanha desde que tenham se registrado antes do dia 31 de dezembro de 2020. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.