Britânicos temem que grupo tenha fugido com ricina

Autoridades britânicas temem que comparsas de sete homens presos nesta semana num subúrbio de Londres tenham escapado com uma grande quantidade de ricina, um perigoso veneno de origem vegetal. Hoje, agentes da Polícia Metropolitana de Londres anunciaram ter prendido, na véspera, um sétimo suspeito de pertencer a um grupo do qual seis integrantes foram detidos no domingo, numa casa onde se detectaram traços da toxina."Os detetives receiam que uma quantidade (de ricina) esteja fora de nosso controle", disse um porta-voz da polícia, sob a condição de não ter seu nome publicado. "Estamos procurando essa substância."A polícia informou que os homens presos no domingo são originários do norte da África e estão na faixa dos 20 ou 30 anos. As autoridades não especificaram o país, ou os países, de origem dos suspeitos. A ricina é um dos venenos mais poderosos do mundo, para o qual não há antídoto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.