Britânicos transferem governo de Umm Qasr para iraquianos

A cidade de Umm Qasr, a primeira que foi controlada pela tropas anglo-americanas que invadiram o Iraque, é desde hoje também a primeira a ter uma administração iraquiana após a derrubada do governo de Saddam Hussein. Durante uma cerimônia, o exército britânico transferiu sua autoridade para um Conselho formado por personalidades civislocais nomeadas pelos ocupantes. O Conselho terá a responsabilidade de governar a cidade de 45.000 habitantes que se ergue na fronteira com o Kuwait eque é, principalmente, o único porto de águas profundas doIraque. Umm Qasr representa um centro vital para a chegada deajuda ao país e para o comércio e a exportação de petróleo."A população de Umm Qasr é a partir de agora responsável por seu próprio destino, pela primeira vez em 35 anos", disse durante a cerimônia o coronel Peter Jones, comandante do 23º regimento pioneiro e ex-governador da cidade.Formado por voluntários - em sua maioria, profissionais e religiosos da cidade, incluindo ex-funcionários locais do partido Baath -, o Conselho deverá organizar em uma semana as eleições para a escolha de uma nova administração. Muitos habitantes da cidade já protestaram contra a atividade do Conselho, acusando-o no melhor dos casos de ineficiência. "Fazemos o que podemos, mas não temos varinha mágica", respondeu aos críticos o presidente do Conselho, Najim AbedMedhi. Atualmente, há cerca de 200 soldados britânicos em Umm Qasr, mas muitos deles abandonarão a cidade dentro de alguns dias. Segundo o coronel Jones, 30 soldados da Grã-Bretanha permanecerão na cidade para "ajudar nos serviços de segurança"e manter a conexão britânica com as autoridades civis.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.