Brown condena termo racista usado pelo príncipe Harry

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, disse que o termo racista usado pelo príncipe Harry para descrever um companheiro de Exército é "inaceitável". Segundo Brown, esse tipo de comentário não tem espaço na vida britânica. Um vídeo obtido por um jornal mostrou o príncipe usando o termo "paqui" (forma pejorativa de se referir a um paquistanês) para descrever um colega de farda.Os vídeos foram feitos em 2006, quando Harry era um cadete na academia militar Sandhurst. Brown disse à emissora GMTV que isso era inaceitável e "não tem espaço em nossa vida". Parlamentares, grupos muçulmanos e a família do soldado criticaram o comentário do príncipe.O príncipe Harry divulgou um pedido de desculpas por qualquer ofensa que possa ter havido. Um comunicado de seu escritório em Londres sustenta que o termo foi usado sem malícia e não tinha como intenção insultar o colega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.