Brown volta a perder debate eleitoral televisionado, dizem pesquisas

Clegg e Cameron foram apontados como os melhores no programa pelo eleitorado britânico

Agência Estado

23 de abril de 2010 | 07h26

 

SÃO PAULO - A duas semanas das eleições gerais na Reino Unido, os três principais candidatos ao cargo de primeiro-ministro participaram na quinta-feira, 22, do segundo dos três debates previstos para antes da votação do dia 6. Pressionados por pesquisas que mostravam o crescimento do liberal Nick Clegg, o líder conservador, David Cameron, e o trabalhista e atual premier, Gordon Brown, tentaram marcar as diferenças entre os três planos de governos. No fim, pesquisas apontaram Cameron e Clegg como os melhores da noite, embora o liberal democrata tenha levado uma pequena vantagem.

O debate teve como tema central a política externa e começou com uma questão sobre o grau de integração do país na União Europeia (UE). Eurocético, Cameron explorou o desapontamento da população com o bloco. Ele atacou o euro e defendeu a retomada de poderes delegados a Bruxelas e a realização de referendos antes de grandes decisões sobre a integração. "Transferimos muito poder para Bruxelas. Quero recuperar esse poder", disse.

Pró-europeu, Nick Clegg criticou a ideia de que a Reino Unido deva se afastar da UE. Evocando sua passagem pela burocracia de Bruxelas, o liberal destacou a importância do bloco para a economia mundial e sentenciou: "Quero reformar a UE. Por isso, quero fazer parte dela." Em posição intermediária, Brown reafirmou seu interesse em trabalhar em conjunto com outros líderes do continente em temas como a crise econômica e as mudanças climáticas, mas não fez promessas de aprofundar a integração.

Sondagens

Após o fim do debate, pesquisas realizadas por institutos apontaram Clegg e Cameron como os melhores. O liberal democrata se saiu melhor em três levantamentos, enquanto o conservador foi considerado vitorioso em um. Um estudo mostrou empate.

 

Na sondagem do ICM, encomendada pelo jornal The Guardian, Clegg venceu com 33% das indicações. Brown e Cameron dividiram o segundo lugar, com 29% cada.

 

A pesquisa do instituto ComRes, que tem o respaldo do canal ITV, aponta Clegg como o vencedor. Segundo o estudo, 33% dos eleitores disseram que o liberal democrata se saiu melhor que o rivais. Cameron, porém, e o primeiro-ministro trabalhista, Gordon Brown, ficaram empatados logo atrás, com 30% cada.

 

Já pela pesquisa do YouGov, que tem o apoio do jornal The Sun, o conservador foi o melhor do debate, sendo apontado por 36% dos eleitores. Clegg, porém, ficou pouco atrás, com 36% das indicações, enquanto Brown foi considerado o vencedor por 29%.

 

Ambas as pesquisas foram realizadas por telefone imediatamente após o debate. O ComRes entrevistou 2,691 eleitores, enquanto o YouGov colheu a opinião de 1,110 deles.

 

O instituto Angus Reid também colocou Clegg como o vencedor. O liberal democrata obteve 35% das indicações de vitória, apenas dois pontos percentuais à frente de Cameron. Brown ficou bem atrás, com 23%.

 

Pelo levantamento do Time Populus, Clegg e Cameron tiveram desempenho idêntico, tendo sido apontados por 36% cada como vencedores. Brown ficou com 27% da indicações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.