Bud deve chegar como furacão à costa mexicana

O furacão Bud perdeu força e caiu para a categoria 2 em sua trajetória para uma região mexicana de balneários e vilas montanhosas na costa do Pacífico. As autoridades cancelaram as aulas em 11 comunidades que podem ser atingidas por fortes chuvas no Estado de Jalisco, onde abrigos de emergência já estavam em preparação.

AE, Agência Estado

25 Maio 2012 | 10h28

Um alerta de tsunami foi emitido para a região que vai de Manzanillo até Cabo Corrientes. Um aviso de furacão e de tempestade tropical já havia sido emitido para a região que vai de Punta San Telmo até Manzanillo.

Bud chegou a categoria 3, mas seus ventos máximos sustentados diminuíram de velocidade para cerca de 175 quilômetros por hora na manhã desta sexta-feira, caindo para a categoria 2, numa escala que vai até 5. O centro do furacão estava a cerca de 170 quilômetros a sudoeste de Manzanillo e se movia a nor-nordeste, a cerca de 13 quilômetros por hora.

O Centro Nacional de Furacões, em Miami, disse que há expectativas de que Bud perca força gradualmente, mas ainda deve chegar como um furacão ao México. Há indícios de que a tempestade pode sofrer uma reversão ao chegar à costa e voltar para o oceano.

O governo de Jalisco preparou centenas de barracas e disponibilizou dezenas de escavadeiras que podem ser usadas na remoção dos escombros. Autoridades de Puerto Vallarta disseram que estão em contato próximo com gerentes de centenas de hotéis da cidade para o caso de os turistas terem de ser removidos para abrigos de emergência. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
México furacão Bud

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.