"Buddy", "ex-primeiro-cachorro" dos EUA, morre atropelado

O "ex-primeiro-cachorro" dos Estados Unidos morreu atropelado por um carro, informou hoje a polícia. "Buddy", um labrador que a família Clinton começou a criar na Casa Branca em 1997, morreu quando atravessava uma movimentada rua de Chappaqua, cidade onde o ex-presidente Bill Clinton mora atualmente, por volta das 14h de ontem. Julia Payne, porta-voz de Clinton, afirmou que nem o ex-presidente nem sua mulher, a senadora Hillary Rodham Clinton, estava em casa no momento do acidente. "Estamos muito tristes com a morte de Buddy. Ele era um companheiro leal e nos deu muita alegria. Sentiremos muitas saudades dele", afirmou Clinton através de um comunicado emitido mais tarde.

Agencia Estado,

03 Janeiro 2002 | 13h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.