Buffett: Última coisa é guardar dinheiro em guerra

Questionado sobre a situação na Ucrânia, o megainvestidor Warren Buffett, presidente da Berkshire Hathaway, disse que a última coisa que deve ser feita é guardar dinheiro durante uma guerra. "Eu vou continuar comprando ações", disse. "A única coisa que você pode ter certeza é que se houver uma guerra, o valor do dinheiro vai cair. Isso aconteceu em praticamente todas as guerras que eu saiba", complementou Buffett.

Agência Estado

03 de março de 2014 | 14h33

"Durante a Segunda Guerra Mundial, você sabe, o mercado de ações avançou", comentou Buffett, em entrevista a CNBC. "As empresas americanas irão valer mais dinheiro", disse Warren Buffett. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniacriseBuffet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.