Bulgária diz que bomba matou turistas israelenses

O governo da Bulgária disse a Israel que a explosão que matou turistas israelenses nesta quarta-feira num aeroporto de Burgas, perto do Mar Negro, foi causada por uma bomba colocada no ônibus, afirmou o Ministério de Relações Exteriores israelense.

AE, Agência Estado

18 de julho de 2012 | 16h48

O chanceler búlgaro Nikolay Mladenov falou com seu colega israelense, Avigdor Lieberman, por telefone e disse "a explosão foi causada por uma bomba plantada no ônibus que levava turistas de um voo fretado e que chegaram de Israel", diz um comunicado.

O Ministério de Relações Exteriores da Bulgária informou também que o número de mortos subiu para seis e que 32 pessoas ficaram feridas. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, chamou o episódio de "ataque terrorista iraniano" e prometeu uma dura resposta. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
BulgáriaIsraelexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.