Buraco na fuselagem obriga avião a pousar nas Filipinas

Um buraco na fuselagem obrigou um Boeing 747-300 da companhia aérea australiana Qantas, com 345 passageiros a bordo, a realizar hoje um pouso de emergência nas Filipinas. A avaria provocou uma despressurização na cabine da aeronave. O avião, que fazia o vôo QF30, seguia de Londres com destino a Melbourne. O incidente ocorreu pouco depois de uma escala em Hong Kong. Não houve vítimas, mas alguns passageiros vomitaram depois de descerem da aeronave.O piso da cabine cedeu, deixando à vista o compartimento de carga, disse Octavio Lina, vice-diretor de operações da autoridade aeroportuária de Manila. Parte do teto do avião também desabou depois de uma "misteriosa despressurização explosiva" ocorrida no interior da aeronave. "Há um enorme buraco no lado direito, perto da asa", disse Lina. O rombo tem entre 2,5 e 3 metros, prosseguiu ele.Passageiros ouvidos por jornalistas no aeroporto disseram ter ouvido uma explosão sucedida pela queda das máscaras de oxigênio. Uma investigação inicial da agência australiana de segurança aérea sugere que "uma parte da fuselagem separou-se".Geoff Dixon, presidente da Qantas, a maior companhia aérea da Austrália, elogiou os pilotos e os outros 19 tripulantes pela forma como lidaram com o incidente. "Trata-se de uma situação altamente incomum e nossa tripulação respondeu com o profissionalismo pelo qual a Qantas é conhecida", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.