Burkina Fasso registra 401 mortes por meningite

Uma vasta epidemia de meningite afeta boa parte de Burkina Fasso, onde até agora foram registrados 2.400 casos, dos quais 401 foram fatais, informou um comunicado do Ministério da Saúde burquinense, também difundido em Nairóbi, no Quênia. As regiões mais afetadas pela epidemia são Batie, Manga e Po (sul); Para e Diapaga (leste). A Organização Mundial da Saúde (OMS) já mobilizou seu pessoal na região e enviou cerca de 500.000 doses de vacinas. Epidemias de meningite atingem a África a cada ano, principalmente nos primeiros meses do ano, ao longo de uma faixa que vai do Senegal à Etiópia. No ano passado, nesta zona, foram registrados 33.000 casos, 2.500 dos quais levaram à morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.