Busca por avião da Malaysia Airlines segue para o sul

A nova fase da busca submarina pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines terá como foco uma área do Oceano Índico centenas de quilômetros ao sul do local anterior, afirmou Martin Dolan, comissário chefe da Agência de Segurança de Transporte da Austrália.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2014 | 23h33

Dolan anunciou que as buscas começarão na próxima semana, em uma área de 60 mil quilômetros quadrados no fundo do oceano.

No mês passado, um drone submarino completou sem sucesso uma busca no fundo do oceano, percorrendo 850 quilômetros quadrados. Essa região havia sido definida com base em sinais obtidos que se acreditava serem da caixa-preta do voo 370 da Malaysia Airlines, desaparecido desde 8 de março, quando percorria o trajeto de Kuala Lumpur a Pequim com 239 pessoas a bordo.

A nova área de busca será baseada em análises mais refinadas sobre os dados de satélite já existentes, mas Dolan ainda não soube informar quantos quilômetros ao sul a busca seguirá. "Houve uma análise muito complexa e houve diferentes modos de olhar para isso. Especialistas têm usado diferentes metodologias e o que nós estamos finalizando no momento é juntar todo esse trabalho para alcançar uma visão consensual", disse. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Malásiaaviãobuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.