Busca por sobreviventes de naufrágio deve ser suspensa

Autoridades australianas disseram neste sábado que equipes de resgate provavelmente logo interromperão os trabalhos de busca por sobreviventes entre 90 afegãos que desapareceram desde que o barco em que viajavam naufragou no Oceano Índico, entre a Austrália e Indonésia, na última quinta-feira.

SERGIO CALDAS, Agência Estado

23 de junho de 2012 | 12h05

A embarcação, um barco pesqueiro indonésio, transportava cerca de 200 pessoas que pediriam asilo na Austrália.

Os trabalhos continuariam até o fim do dia, segundo o porta-voz da Autoridade de Segurança Marítima, Mal Larson. Devido à diferença de fuso horário, já é noite na região.

"(Os trabalhos) provavelmente serão suspensos, mas ainda não foi tomada uma decisão", disse o porta-voz.

Nenhum sobrevivente foi encontrado desde o dia da tragédia, quando 108 homens e um garoto de 13 anos foram resgatados do mar. Apenas cinco corpos foram recuperados. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Austráliabarconaufrágico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.