Buscas por avião desaparecido mudam de área

A área de busca pelo avião do voo MH370 da Malaysia Airlines foi alterada em centenas de quilômetros ao norte por causa de novos dados de radar.

AE, Agência Estado

28 de março de 2014 | 01h57

As autoridades australianas, que estão liderando a equipe internacional, receberam novas informações onde os possíveis destroços podem estar localizados e agora os esforços se concentrarão a 1.850 quilômetros a oeste de Perth. Antes, a busca estava centrada a 2.500 quilômetros a sudoeste de Perth.

A Autoridade de Segurança Marítima da Austrália disse em comunicado que novas informações dos investigadores da Malásia indicam que o avião estava voando a uma velocidade mais rápida que a estimada anteriormente e que usou o combustível mais rapidamente, reduzindo a distância da viagem no Oceano Índico.

Os investigadores australianos deixaram claro que a mudança foi feita com base nas novas análises dos dados existentes e acrescentaram não esperar mais ajustes significativos na área de busca.

As autoridades esperam encontrar condições climáticas mais favoráveis na nova área, enquanto a região anterior era caracterizada por fortes ventos e elevadas ondas.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março quando viajava de Kuala Lumpur para Pequim com 239 pessoas a bordo, sendo 153 da China. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Malásiaaviãobuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.