Buscas por sobreviventes são encerradas na China

As equipes de busca encerraram nesta segunda-feira os esforços para encontrar sobreviventes da explosão ocorrida, sábado, em uma mina de carvão, na China. O acidente deixou pelo menos 74 pessoas mortas. Este foi pior desastre ocorrido em uma mina de carvão em um ano na China. Dos mais de 300 sobreviventes, 114 permanecem hospitalizados, cinco deles em estado crítico, disse um funcionário do governo provincial, com a condição de anonimato. A mina fica em Gujiau, cidade perto de Taiyaun. Um porta-voz do governo chinês disse que a causa da explosão permanece sob investigação. O administrador, o chefe de segurança e o engenheiro chefe da mina foram afastados de seus cargos como parte da investigação, informou a agência estatal Xinhua. A agência não revelou os nomes dos profissionais nem forneceu outros detalhes. Seis ambulâncias permaneciam estacionadas no local do acidente e policiais guardam os portões da mina, que pertence à estatal Shanxi Jiaomei Group, o maior produtor de coque de carvão da China. O material é usado na produção de aço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.