Bush afirma que a paz será dada a palestinos e israelenses

Em um rapidíssimo pronunciamento, que durou menos de cinco minutos, na Casa Branca, o presidente americano George W. Bush disse que os Estados Unidos estão prontos para ampliar seus esforços a fim de obter um acordo de paz entre israelenses e palestinos. Ele prometeu que os Estados Unidos divulgarão o esperado "mapa do caminho", o qual expõe medidas necessárias para atingir um acordo de paz, assim que for confirmado um primeiro-ministro com poder e credibilidade para os palestinos. Bush afirmou que vê um "momento de esperança" para a obtenção de acordo para a paz e citou as eleições de um novo governo em Israel. O presidente citou ainda a criação do posto de primeiro-ministro pela Autoridade Palestina. "Peço a todas as partes no Oriente Médio que abandonem velhos ódios e assumam suas responsabilidades pela paz", disse Bush. À Autoridade Palestina, isso significa maior compromisso com reformas, com a democracia e abandono do uso do terror, disse. No caso da Israel, Bush disse ser necessária a adoção de medidas concretas para tornar o Estado palestino viável, uma vez que a ameaça do terror tenha desaparecido e a segurança melhorada. Além disso, Israel deve trabalhar o mais rápido possível para um acordo final e, tendo o acordo de paz obtido progresso, encerrar as atividades de ocupação.Os países árabes na região, disse ainda Bush, devem apoiar a criação de uma Nação palestina pacífica e "dizer claramente que viverão em paz com Israel". "Nossos esforços são guiados por princípios claros: acreditamos que todas as pessoas no Oriente Médio, Arábia e Israel querem viver com dignidade, sob comando de regimes livres e honestos. Acreditamos que as pessoas que vivem em liberdade estão mais inclinadas a rejeitar o rancor e o terror e mais inclinadas a direcionar sua energia para a reconciliação, as reformas e ao desenvolvimento", disse Bush. Bush não mencionou o Iraque, país que pretende atacar nos próximos dias, com ou sem o apoio da ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.