Bush amplia sanções contra o Zimbábue

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assinou hoje uma ordem executiva por meio da qual expande as sanções americanas a organizações e indivíduos zimbabuanos ligados ao presidente do Zimbábue, Robert Mugabe. O objetivo de Bush é enviar a mensagem de que os EUA não permitirão que entidades e pessoas com vínculos próximos com Mugabe operem nos mercados financeiros americanos.Bush justificou a ampliação das sanções alegando que a medida é resultado direto da "violência politicamente motivada" atribuída ao governo zimbabuano e da decisão do líder zimbabuano de não atender aos chamados da comunidade internacional para que pare de atacar opositores, liderados por Morgan Tsvangirai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.