Bush aponta possíveis réus para tribunais militares

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, escolheu seis prisioneiros da Al-Qaeda como elegíveis para processos diante de tribunais militares, informou um alto funcionário da Casa Branca. A fonte, que pediu anonimato, não soube informar os critérios utilizados por Bush para escolher os cativos, nem o local onde eles estão sendo detidos. Os nomes dos supostos terroristas também não foram revelados, mas entre os "candidatos" a julgamento estão alguns dos supostos líderes da Al-Qaeda mantidos em custódia dos EUA e os cerca de 680 supostos membros da Al-Qaeda e do Taleban detidos em Guantánamo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.