Bush assina decreto aumentando os poderes da CIA

Em meio aos debates sobre a reforma dos serviços de espionagem dos Estados Unidos, o presidente George W. Bush assinou ordens executivas aumentando os poderes do diretor da CIA e estabelecendo um novo centro nacional de contraterrorismo. Essas medidas "ampliarão nossa capacidade para encontrar, rastrear e deter terroristas", disse o porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan. Uma das ordens dá ao diretor da CIA autoridade, em caráter provisório, para executar diversas das tarefas previstas para o diretor nacional de espionagem, um cargo que ainda não foi criado e que terá a incumbência de supervisionar todas as 15 agências de informações mantidas pelos Estados Unidos. A Segunda ordem cria o Centro Nacional de Contraterrorismo, enquanto que um terceiro decreto define as regras para a troca de informação entre as diferentes agências de espionagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.